Babadook e o Lado B

12 fev 2016


Esta é uma resenha relacionada ao filme Babadook que assisti no Netflix. Aviso que os próximos parágrafos vão descrever e comentar o filme, ou seja, sugiro que você assista ao filme e depois venha aqui ler minha opinião.

Abaixo veja o trailer e a sinopse escrita pelo Netflix e em seguida minha opinião sincera.

“Birras frequentes de Sam ficam sinistras quando um livro assustador infantil aparece misteriosamente em seu quarto, e ele pergunta a sua mãe: “Você quer morrer? “

O filme é classificado como terror e suspense.

O primeiro comentário positivo que tenho a fazer é em relação à fotografia do filme que é muito bem feita, as cenas te envolvem no enredo e no final do filme todos os detalhes farão sentido.

SPOILERS

Babadook mostra de forma clara que todos temos um Lado B, aquele lado negro da força, que tentamos ocultar fingindo que está tudo bem. Na verdade o Babadook é Amelia, mãe de Sam e tudo o que acontece são sintomas da depressão dela por conta da perda do marido.

O filme nos dá detalhes que tudo é ela quem cria, por exemplo, no aniversário de sua sobrinha as pessoas da festa estão de preto e em um diálogo Amelia conta que foi escritora de livros infantis. Se você perceber os tormentos do livro são cenas cotidianas que ela vive com Sam. Sim e porque termina o filme com ela alimentando o monstro, simples porque enfrentamos nosso lado B, mas sempre o alimentamos com também, ou seja, ele está no controle.

Babadook é um filme de suspense e terror, mas não conte com sangue jorrando e morte sem fim. Eu aconselho é um suspense com terror bem interessante.

Até uma próxima e você já assistiu Babadook? Concorda com minha opinião?

 Janaína Guimarães

 

Imagens: Filmes e Games

No comments yet

Deixe um comentário