TAG: Japão

Testei o batom Melted Chocolate da Make B da linha Modern Asia

8 jun 2017

Oi amores, para fugir um pouco da tendência do matte e batom líquido, trago hoje uma opção de batom cremoso e em bala da Make B, o marrom Melted Chocolate. O batom foi um presente da minha mãe e faz parte da linha Modern Asia.

 

Segundo o site do Boticário a linha foi inspirada nas tendências da Ásia pop e na agitação dos centros urbanos. A coleção conta também com batons líquidos, batons cremosos em bala, pigmento para olhos, quarteto de sombras, perfume, esmaltes e um top coat. Alguns dos produtos da coleção são ilustrados com as imagens de bonecas japonesas, Kokeshis. Além disso, o batom em bala e o perfume contam com cristais Swarovski, luxo né!

 

A Modern Asia traz um quarteto de sombras metalizado e dois pigmentos para olhos, dourado e rosé. O produto vem em tubo e é em pó, mas não é solto. Para as apaixonadas por esmaltes de plantão a linha traz quatro tonalidades em gel, todos são 5Free (livres de tolueno, formaldeído, dibutilftalato, resina de formaldeído e cânfora) e um top coat.

Ok, Jana, mas eu não gosto de batom cremoso, sem  problemas a linha também conta com 4 cores matte.

O que eu achei?
Olha o batom realmente tem um brilho dourado, é cremoso, fácil de passar e a fixação é forte, ou seja, cumpre o que promete, mas ele transfere um pouco. Além disso, tem a validade do batom na base gravada, o que para mim é um diferencial.

Caso não encontre em uma loja física do Boticário compre online (aqui)

Então é isso amores, espero que o post tenha sido útil e por favor não se esqueça de comentar?

Um beijo, abraço e até a próxima!

Rei Kawakubo

5 jul 2012


Rei Kawakubo é japonesa de Tóquio estudou literatura na Universidade de Keio, em sua cidade natal e passou a trabalhar em uma indústria têxtil do país, a Asahi Kasei. Em 1966, começou sua carreira de estilista, fazendo trabalhos avulsos criando em 1969 sua marca Comme des Garçons. Em 1973, estabeleceu a sua loja Comme des Garçons, em Tóquio. A Comme des Garçons especializada em roupas austeras, às vezes desconstruídas. Durante os anos 1980, suas vestes eram basicamente em preto, cinza escuro ou branco. Os materiais foram muitas vezes envolto em torno do corpo, desgastados, bordas inacabadas junto com buracos e uma forma geral, assimétrica. Desafiando as noções estabelecidas de beleza que ela criou um alvoroço no seu desfile de estréia de Paris. Desde 1980 sua paleta de cores tem crescido um pouco Rei gosta de ter a entrada em todos os vários aspectos de seu negócio, ao invés de apenas focar em roupas e acessórios. 
A estilista publicou a revista bi-anual, “seis” (abreviação de “sexto sentido”), no início de 1990. A revista apresentava muito pouco texto e consistia principalmente para fotografias e imagens consideradas por ela inspiradoras. Em 1996, foi editora convidada do Visionaire alta arte publicação. Atualmente, Kawakubo é um nome consagrado no mundo todo, e continua a propor uma moda que sempre surpreende pelas novas soluções encontradas. 

Fonte e Foto:

Lumix traz para clientes salão de beleza portátil

5 mar 2011


Já imaginou sair sempre bela, sem olheiras e aquela cara de acabei de acordar nas fotos. Não é sonho lá no Japão essa façanha já existe. A máquina fotográfica da Panasonic Lumix FX77 traz essa função.
A Lumix FX77 tem o recurso para maquiar fotos sem o mínimo trabalho. Depois de tirar a foto você pode maquiar, clarear os dentes, retirar olheiras e rugas, dar aquela bronzeada e muitos mais. Ou seja, cara lavada nunca mais.
O preço é salgado, primeiro porque é vendido em Libra britânica (GBP), ou seja, na conversão para o real. Pesa muito no bolso, mas para quem interessar tem no site da .
Foto Reprodução: Panasonic Lumix FX77