TAG: moda

Pocket Fashion Terraço Shopping DF

20 set 2011


Não dá para perder meninas imagina um evento com desfiles e brindes gratuitos esse vai ser o Pocket Fashion no shopping Terraço, em Brasília. De 22 a 24 de setembro, o Terraço Shopping vai reunir mais de 30 lojas mostrando peças incríveis. O evento terá participações especiais de blogueiras de moda, apresentações musicais, debates e entrega de brindes. Nos três dias a escola Fashion Teen vai conversar com o público das 16h30 às 17h30. Em seguida, às 18h, consultoras e blogueiras de moda vão dar dicas sobre tendências e comentários sobre “certo e errado”. E falando em blogueiras no dia (23/09) o destaque é a participação de Cris Guerra. O grupo Surf Sessions e músicos do Instituto Tokata, de KaKá Barros, são os convidados para trilha musical do desfile. As primeiras 250 pessoas que prestigiarem os três dias do evento ganharão um lookbook, com mais de 70 fotos de looks das 36 lojas participantes.

Onde: Pocket Fashion Terraço Shopping
Quando: 22 a 24 de Setembro
Arena Fashion – Praça das Palmeiras
Que horas: a partir das 16h30
GRATUITO

22/09 – quinta-feira
° Espaço Fashion Teen – 16h30 palestra com Régis Pupim Tema: “Eco Fashion”
° Consultoria de Imagem com Su Misura – 18h Tema: “Guarda-Roupa Inteligente”
º Desfiles Infantil 19h30: Inverno & Verão, Chicletaria, Polyélle Teens e Kids, One Store, Lilica & Tigor, Bibi Calçados, Polo Collection, Sergio’s Calçados, Korpus, Arquipélago, Chilli Beans, Primavera Enxovais, Puket.

23/09- sexta-feira
° Espaço Fashion Teen – 16h30 – etiqueta com Silvia Seabra Tema: “Roupa certa a qualquer hora”?
° Bate-Papo com a modelo, jornalista e blogueira Cris Guerra 18h Tema: “Moda e Autoestima”
° Desfile Unissex 19h30:?Paixão Nacional, Pró Corrida, Mr. Cat, Dzeta, Hat Shop, UW – Casa das Cuecas, Damyller, No Limits, Nana Verre, Coralli Joias, Carmen Steffens, M. Officer, Vuarnet.

24/09 – sábado
° Espaço Fashion Teen – 16h30 moda e estilo teen, com Anna Paula Ramalho. Temas: “Descubra seu estilo; Como montar looks estilosos e inteligentes”
° Talk Show com principais blogueiras de moda da cidade -18h Tema: “Moda, Tendências, Estilo e Informação”.
As blogueiras: www.meuprovador.com.br Flávia Duarte; www.modeclaire.com.br Clariana Gonzaga; www.analuizafavato.com.br Ana Luiza Favato; www.eraumavezembrasilia.blogspot.com Thaise Lima e www.amorlevaminhasacola.com.br Fábia Galvão.
° Desfile Feminino 19h30: Uncle K, Valentina, Florallys, Maria Moça, Arezzo, Hope, Josefina Rosacor, Gregory, Andrea Extra, Kirsche, Avanzzo.

Vejo vocês lá?

? Coco Chanel

25 mar 2011


“A moda não é uma arte, é um negócio”. (Coco Chanel)

Antes de Coco Chanel a maioria das mulheres escondia as pernas só usavam cabelos compridos, roupas apertadas e jóias verdadeiras. Mas Coco nos deu a liberdade das saias, calças, das pérolas falsas e dos amados tailleurs. Aos vestidos sóbrios, acrescentava acessórios exóticos, como gravatas e paletós, que ia buscar no armário do companheiro. Coco tinha verdadeiro horror aos babados, plumas e rendas que ornavam o guarda-roupa feminino. No cabeleireiro, um corte chanel sempre significa fios retos, que não ultrapassem o limite do queixo. Já o sapato chanel é aquele scarpin bicolor, com o bico em um tom diferente do resto. Há, ainda, a clássica bolsa chanel, que as mulheres penduram no ombro, graças a uma corrente dourada, fazendo as vezes de alça.

Mas como foi a vida de Coco Chanel?

Gabrielle Bonheur Chanel, (Saumur, 19 de agosto de 1883 – Paris, 10 de janeiro de 1971), mais conhecida como Coco Chanel, foi uma importante estilista francesa e uma mulher à frente do seu tempo. Seu apelido é devido a uma música que Coco cantava com sua irmã. A música “Quem viu Coco no Trocadero?” (“Qui qu’a vu Coco dans l’Trocadéro?”). Por volta de 1910 em Paris Coco conheceu o grande amor da sua vida. O milionário inglês Arthur Capel ajudou-a a abrir a sua primeira loja de chapéus. A loja Chanel iria tornar-se num sucesso e apareceria nas revistas de moda mais famosas de Paris. Com este relacionamento, Chanel aprendeu a frequentar o meio sofisticado da Cidade Luz. Capel meses mais tarde morreu num desastre de carro. Depois da morte de Capel, Chanel abriu a primeira casa de costura. Nessa começou a vender roupas desportivas para ir à praia e para montar a cavalo. Pioneira também inventou as primeiras calças femininas. No início dos anos 20, Chanel conheceu e apaixonou-se por um príncipe russo, Dimitri Pavlovich. Essa relação a fez desenhar roupas com bordados do folclore russo e, para isso, contratou 20 bordadeiras. Neste período, Chanel conheceu muitos artistas importantes, tais como Pablo Picasso, Luchino Visconti e Greta Garbo.

Suas roupas vestiam as atrizes de Hollywood e seu estilo ditava moda em todo o mundo. Os seus tailleurs são referência até hoje. Em 1921, criou o perfume que a iria converter numa grande celebridade por todo mundo, o Chanel Nº 5. Durante a Segunda Guerra Mundial, Chanel fechou a casa e envolveu-se romanticamente com um oficial alemão. No final da guerra, os franceses conceituaram este romance mal e deixaram de frequentar a sua casa. Para manter a casa aberta, Chanel começou a vender suas roupas para o outro lado do Atlântico e foi morar na Suíça. Depois voltou a morar na França onde faleceu em 1971 no Hôtel Ritz Paris. O seu funeral foi assistido por centenas de pessoas que levaram as suas roupas em sinal de homenagem.

A marca hoje é comandada por Karl Lagerfeld, que continua no mesmo padrão de Coco e cuida muito bem do acervo que ela deixou.

Se tiver mais curiosidade sugiro o filme Coco antes de chanel que retrata a biografia da estilista, interpretado por Audrey Tautou.

? Pierre Cardin

17 mar 2011


Toda quinta-feira vou falar sobre a vida de algum estilista. Enfim, o que temos e desejamos são graças aos olhos e criatividade desses mestres.
Antes da biografia vou contar aos fãs de moda que Cardin virá ao Brasil.
É segundo o site da Marie Claire o estilista deve vir no Brasil no mês de abril. Foi confirmada a data da exposição “Pierre Cardin – Criando Moda Revolucionando Costumes”: de 28 de abril a 29 de maio, no Shopping Iguatemi, em São Paulo. Com a curadoria de Denise Mattar, a mostra vai trazer roupas, croquis e fotos, fornecidos pelo acervo da Fundação Pierre Cardin Paris. A programação vai incluir também um desfile inédito de alta costura que será realizado no dia 26 de abril, com a presença do estilista. A organização do evento pretende lançar no Brasil uma versão em inglês do livro “Pierre Cardin: 60 anos de inovação”, originalmente editado pela Assouline.

– Pierre Cardin é italiano naturalizado francês, Pietro Cardini, nasceu em San Biagio Di Callata, próximo à Veneza. Em 1945 chegou a Paris e trabalhou com as estilistas Mme. Paquin e Elsa Schiaparelli e por algum tempo com Christian Dior. Em 1950 começou a criar sua própria moda fazendo ternos masculinos e roupas extravagantes para mulheres. Em 1957 lançou sua primeira coleção feminina, vestidos chemisiers, tipo bolha e casacos com golas amplas e bolsos chapados. Em 1970 diversificou seu negócio com hotéis, restaurantes e inaugurou o Espaço Pierre Cardin, em Paris.

Depois de passar dez anos longe das passarelas e da Semana de Moda de Paris, Cardin voltou a fazer parte do evento em outubro de 2010. O momento era especial porque o estilista estava comemorando 60 anos de sua grife. O estilista fez um desfile com duração de 47 minutos e cerca de 300 looks que misturaram coleções de verão e inverno. Cardin voltou apostar novamente na imagem de “era espacial”, com catsuits (macacões de mangas compridas, fechados com zíper do umbigo até o pescoço), peças em plástico e cores metalizadas, vestidos que vão do tubinho ao assimétrico, blusas e casacos ganharam mangas morcego, óculos de lentes coloridas e chapéus. O retorno às passarelas tem como objetivo aumentar sua popularidade entre os jovens.

Curiosidades::::
– O estilista é membro da Academia de Belas Artes da França.
– O estila não tem orgulho dos licenciamentos. “Infelizmente, meus licenciados produzem peças muito clássicas. Eu queria que eles entendessem minhas criações. Ao invés disso, eles produzem modelos burgueses. Levo meus desenhos originais para eles copiarem, porque este é o propósito da licença. Mas tudo o que vemos são esses velhos ternos para idosos. Fico até envergonhado ao olhar para eles”, lamenta.
– Cardin foi um dos pioneiros na parceria com uma loja de departamentos quando, em 1959, lançou uma coleção para a Printemps.

Fontes: site Marie Claire(http://revistamarieclaire.globo.com/) e Portais da moda (http://www.portaisdamoda.com.br)