TAG: morte

Grandes vozes do jornalismo: Rezende, Boechat e Datena

12 fev 2019

Oi amores, tudo bem com vocês? Comigo não, estou naquele momento de questionamento do destino e da vida. Já estávamos órfãos do Marcelo Rezende, aí ontem perdemos Ricardo Boechat, um grande jornalista e uma pessoa de personalidade forte. Sério, eu recebi o link da matéria da Veja e já pensei ah isso é vírus, quem me dera fosse. Agora menos duas vozes de pessoas com coragem de assumir suas personalidades.

Então, agora tenho um xodó de oração o Datena, nem vem Datena pode ficar vivo viu. Aliás, Deus chega já estamos cansados dessa porrada em fevereiro é Brumadinho, Ninho do Urubu e agora o Boechat. Eu senti a dor do Datena ontem, porque eu sei o que é perder um irmão de alma, pessoas que são boas de graça e sem precisar de plateia. Ser um jornalista sem grandes rompantes e tudo mais é MUITO fácil, aliás seja essa pessoa tranquila e água com açúcar que a vida é fácil viu. Agora vai ter personalidade e mostrar para o que veio no mundo é só porrada, bebê!

Então é isso vim aqui hoje, para desaguar em palavras o meu sentimento de perda de personalidade, da voz e senso de responsabilidade no jornalismo. E venho também para dizer para o Datena que ele é foda! E que eu quero dizer isso em vida, parabéns Datena pelo jornalista que você é, pela personalidade, Deus te abençoe! O silêncio hoje de manhã e ver aquela cadeira vazia é triste demais, mas para a família é só início do novelo da saudade e da dor, desejo que Deus conforte o coração de todos os amigos e familiares do Boechat.

Eu sou apaixonada por jornalismo forte de personalidade, real sabe aquele jornalismo raro, verdadeiro e honesto! Parabéns para o Marcelo Rezende, Ricardo Boechat e segue em frente Datena!

Você sabe o que fazer ao encontrar seu animal morto?

11 out 2017

A morte faz parte da nossa vida né amores, mas nunca estamos totalmente preparados(as) para lidar com ela. Nesse domingo, dia 8 de outubro, dei adeus para minha linda gata preta, a Chantilly. A Chantilly tinha 12 anos e fez parte da minha vida, era uma filha para mim, encontramos ela no motor do carro da minha irmã, e sim, estou com o coração partido. Resolvi desaguar em letras a dor que estou sentindo e transformar ela em algo útil para você que também pode estar precisando dessa informação.

Encontramos ela em casa já sem vida, minha mãe achou ela deitada já estava dura debaixo de um banco no quarto de empregada, e não ela não foi negligenciada ou envenenada? O veterinário informou que foi parada cardíaca. Depois do choque inicial que passamos, eu e minha mãe, fomos raciocinar sobre os próximos preparativos. Fui pesquisar um pouco sobre felinos e encontrei informações interessantes sobre os comportamentos que eles tem quando estão próximos de morrer, leia mais aqui.

Nunca morei em casa, logo não tinha um quintal imenso para enterrar a Chantilly. Então, sobraram algumas opções enterrar ela no cemitério de animais; cremar ou entregar para Zoonose. Decidimos, optar pelo enterro coletivo, lembrando que tudo isso aconteceu em um domingo, e foi assim que deixamos a Chanti na clínica Amigo Meu (115 sul 61 3346-7490) e de lá eles enterram os animais todos juntos.

Você pode optar pelo serviço de cremação:

Cremação Paraíso Animal: 61 3483-7070

Espero ter ajudado, um abraço até breve!
Vai em paz pequena, mamãe te ama. 😍
#ripchantilly #oquetemosparahojeésaudade #nãoaprendidizeradeus

Janaína Guimarães

Homenagem Reginaldo Rossi

20 dez 2013


Eu tinha prometido voltar aqui para o Dito e Feito (pausa de núpcias) na segunda, mas a morte do rei do brega não segurou minha ânsia pela escrita.


E hoje foi embora mais um grande astro, sim Reginaldo Rossi, o rei do brega faleceu nesta manhã às 09h00. Reginaldo lutava contra um câncer de pulmão.


Credo que drama foi só o Reginaldo Rossi e daí?


E daí simplesmente o cara ganhou 14 discos de ouro, 2 discos de platina, 1 disco de platina duplo e 1 disco de diamante e tem mais de trezentas composições gravadas. Além disso, colocou o brega nas festas da elite, enfim o Reginaldo Rossi entrou nos jantares e casamentos de famosos, coisa nunca vista antes na história deste país. Olha você pode até não gostar de Reginaldo Rossi, mas não admitir a importância dele na história da música é ingenuidade.


Reginaldo Rodrigues dos Santos era pernambucano de Recife, nasceu em 14 de fevereiro de 1944. Graduado em engenharia civil e foi professor de física e matemática. Ao contrário do que muitos possam pensar começou sua carreira cantando rock. Imitava Roberto Carlos e assim foi se integrando a Jovem Guarda. Reginaldo tinha orgulho de dizer que era o primeiro cantor de rock do Nordeste, quando comandava o grupo The Silver Jets.


Sepultamento amanhã (21/12/2013) às 20h, no cemitério Morada da Paz, em Paulista.


Beijos Janaína Valadares Guimarães
até segunda… -_-