TAG: sandália

Birkenstock

31 mar 2014


Sabe aquela sandália estilo meio tamanco com a sola grossa de cortiça. Então, segundo a revista ELLE elas são a nova tendência e são chamadas de Birkenstock. Criada pelo alemão Konrad Birkenstock no século XIX, e agora relançadas em versão ecológica pelo seu neto Karl Birkenstock. A sandália tem um estilo hippie e busca pelo conforto. O sucesso do relançamento foi tão grande que a marca original abrirá loja em São Paulo, no segundo semestre de 2014. 
Ok, curtiu você pode comprar no site enjoei ()

Ou aproveitar as indicações de outras marcas que estão na matéria no site da revista Elle ().

Fonte: Revista Elle

Modelos de sapatos

25 fev 2009

 

A matéria de hoje traz o amor das mulheres, o tema é sapatos. O sapato é um acessório indispensável para um bom visual, uma roupa adequada com um sapato errado ou estragado é erro certo. Se pensar em conforto aconselho aderir a sapatilha que ganha em vários quesitos dos outros sapatos, pois são: pequenas, leves e confortáveis. Saber se o sapato é confortável é visível pelo modo que a pessoa caminha, pois pé inchado, bolhas e calo não são malefícios necessários. O mais aconselhável é sair para comprar o sapato depois de um dia de trabalho, o pé já vai estar no ponto para sentir o “engana pé”. O “engana pé” é aquele sapato que você experimenta na loja e fica maravilhoso e depois no dia seguinte com o pé relaxado com a primeira pisada você já sente algum incômodo. Sapato tem que ser comprado com calma ande bastante na loja com o calçado e não se engane achando que aquele incômodo que surge no momento vai passar. O vendedor sempre vai te dizer que o sapato vai melhorar que vai afrouxar, é o trabalho dele. Desça do salto dependendo da situação um scarpin no clube não combina. É essencial ter bom senso nas combinações.

Modelos:

1)Sapatilha – modelo fechado sem salto ou com pequeno salto. Foto: Janaína Valadares

2) Peep Toe – Esses são sapatos fechados, mas são abertos na frente, geralmente aparecem os dedos.

3)Sandália: sola fixada aos pés através de tiras, tornozeleiras. Deixa a maior parte do pé exposta.

4) Chanel: abertura na parte traseira com uma tira circundando o pé.

5)Scarpin: modelo fechado, a boca se estende até um pouco acima dos dedos do pé.

6)Tamanco: modelo com solado de madeira ou materiais sintéticos é aberto na parte de trás.

7)Bota: modelo com cano alto, baixo ou médio com vários materiais para produção.

8)Ankle boots: são botas de cano curto que ficam na altura do tornozelo.

9)Summer boots: são parecidas com as ankle boots, mas são mais leves e arejadas. Uma característica deste modelo é o solado meia-pata.

Senta que lá vem história…

Estudos mostram que os sapatos foram inventados na Mesopotâmia (hoje Iraque), há mais de 3.200 anos. Eram feitos de couro macio para facilitar a travessia das trilhas montanhosas. No Egito, entre 3.100 a.C. e 32 a.C. somente os nobres usavam sandálias de couro e os faraós usavam calçados adornados com ouro. No Império Romano os calçados denunciavam a classe ou grupo social do indivíduo. Na Idade Média, a maioria dos sapatos tinha a forma das atuais sapatilhas. E o padrão da numeração veio como? Foi criação do rei inglês Eduardo (1272-1307). Durante a Revolução Industrial, no início no século XVIII, na Inglaterra, as máquinas passaram a produzir calçados em larga escala. Já no século XX foram introduzidos novos materiais e técnicas e o processo passou a ser setorizado entre: design, modelagem, confecção e distribuição. A necessidade dos atletas originou um novo segmento na indústria, que possibilitou a criação de tênis tecnológicos. E a partir dos anos 80 ocorreu o aumento do número de pessoas que passaram a consumir calçados de grife, tanto os mais simples quanto aqueles assinados por grandes estilistas e verdadeiros artigos de luxo.